Aedas inicia 3ª rodada de Grupos de Atingidos e Atingidas (GAAs) nesta sexta-feira (11)




Terceira rodada trará informações atualizadas sobre temas como o acesso à água, andamento do acordo na Justiça e a lista de auxílios emergenciais bloqueados.


Os Grupos de Atingidos e Atingidas já reuniram centenas de pessoas atingidas nas Regiões 01 e 02 da Bacia do Paraopeba. Nos GAAs, que são articulados em ambiente virtual em função da pandemia da covid-19, a população atingida se reúne para debater as possíveis soluções de suas necessidades, coletivas e individuais, para superar os danos causados pelo rompimento da barragem do Córrego do Feijão.


Para o coordenador Territorial na Região 01, o advogado Lucas Vieira, a importância dos GAAs está no fato de devolver e informar a população sobre temas já conversados anteriormente,compartilhando encaminhamentos que já foram tomados e quais serão os próximos passos na busca por respostas às principais demandas.


“Temos, por exemplo, na 3ª Rodada de GAA's, o retorno sobre a questão da água, tema que sempre é trazido pelos atingidos em diversos espaços. Assim, vamos informar o que já organizamos e o que já foi encaminhado junto às Instituições de Justiça, quais os próximos passos, de quem cobrar para que a demanda seja atendida”, explica Lucas Vieira.


Assim como nas rodadas anteriores, o GAA é um espaço central para a relação da assessoria com a população atingida e fortalecimento do direito à informação.


© 2017 -  Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social

Rua Frei Caneca, 139, Bonfim - Belo Horizonte / MG - CEP: 31.210-530