Aedas publica cartilha sobre territórios quilombolas atingidos e direitos fundamentais


Com base em dados coletados pela Consultoria Especializada para Levantamento da Situação Documental e dos Danos às Comunidades Quilombolas, a Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social de Minas Gerias (Aedas) lança uma cartilha sobre os territórios quilombolas atingidos pelo rompimento da barragem da mineradora Vale em Brumadinho. O material resgata a história destes povos tradicionais na região, trata da titulação de suas áreas e do processo de reparação.


A cartilha tem como referência a série de diálogos feitos pela consultoria junto às comunidades de Sapé, Rodrigues, Ribeirão e Marinhos ao longo dos meses de maio e junho de 2021 e mira o acesso à terra, a infraestrutura e a inclusão produtiva como condições para o desenvolvimento local, visando a autonomia econômica, a identidade cultural e a preservação de recursos naturais, por exemplo.


Veja a cartilha!

Cartilha 1 - CONCATU
.pdf
Download PDF • 2.24MB



207 visualizações
  • WhatsApp Aedas
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram