Atingidos participam de Curso de Direitos Humanos

Iniciativa é uma parceria entre AEDAS e Movimento dos Atingidos por Barragens



Mais de 200 atingidos e atingidas participaram nos dias 13 e 14 de março do Curso de Direitos Humanos oferecido pela Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social – AEDAS com apoio da Misereor e da Manos Unidas. A iniciativa foi feita em parceria com o Movimento dos Atingidos que nesta mesma data realizou a Jornada do dia 14 de Março, Dia Internacional de luta contra as barragens, pelos direitos dos atingidos, pelos rios, pelas águas e pela vida!


As oficinas contemplaram diversos temas tais como direitos humanos e água, direito de reunião e livre manifestação e explicações sobre a PEABE – Política Estadual dos Atingidos por Barragens e outros Empreendimentos, proposta de lei que é pauta do Movimento na Assembleia Legislativa de Minas Gerais – ALMG.


Como parte do curso, no primeiro dia, os atingidos participaram de uma manifestação que denunciou a "injustiça cometida pelo judiciário brasileiro", que após mais de 3 anos do crime continua sem punição para os responsáveis e sem a devida reparação integral para as vítimas.





No segundo dia, as famílias participaram de atividade sobre a PEABE na ALMG com a presença do Ministério Público Estadual (MPE), Ministério Publico Federal (MPF), Defensoria Pública de Minas Gerais – DPMG, além de serem recebidos pelo presidente da Assembleia, deputado Agostinho Patrus (PV) que acolheu as demandas e prometeu agilizar o processo de votação da lei.


“Este curso e estas atividades em parceria com o MAB foram muito importantes. Aprendemos muita e coisa e saímos daqui com mais esperança para voltar para nossas regiões falar com o povo e nos organizar”, afirma Valdete Soares, atingida pela barragem da Samarco e moradora de Naque, no médio rio Doce.

AEDAS - Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social

© 2017 -  Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social

Rua Frei Caneca, 139, Bonfim - Belo Horizonte / MG - CEP: 31.210-530