Comunicado das assessorias técnicas independentes às pessoas e comunidades atingidas

As Assessorias Técnicas Independentes (ATI) foram contratadas por determinação judicial das Instituições de Justiça, sendo eleitos pelas comissões locais AEDAS (Regiões 1 e 2), NACAB (Região 3) e Instituto Guaicuy (Regiões 4 e 5) para apoiar tecnicamente os atingidos no processo de reparação dos danos causados pelo Rompimento da Barragem B1, da Vale. Assim, todas as comunidades vão ter os dados e informações necessárias para a defesa dos seus direitos violados.


As Assessorias Técnicas Independentes (ATIs), a partir do mês de abril, começaram a receber os recursos financeiros para viabilizar o seu funcionamento. Com essa batalha vencida, o plano previa o início das reuniões presenciais e do contato mais próximo com todas as comunidades e pessoas atingidas. Entretanto, fomos também surpreendidos pela pandemia do novo coronavírus.


Todos sabemos que ainda não existe vacina e nem medicamentos comprovadamente eficazes para tratar a doença e que o único recurso para evitar a transmissão é o isolamento domiciliar e o distanciamento social. Por isso, nós, as Assessorias Técnicas Independentes (ATIs), estamos seguindo as recomendações sanitárias legais da Organização Mundial de Saúde, do governo do Estado e dos municípios, com a devida responsabilidade.


Reforçamos que, neste momento, o mais importante é a preservação da saúde e da vida de todos e todas. A epidemia está em franca expansão no Brasil. Em Minas Gerais, graças ao distanciamento, estamos conseguindo controlar melhor o problema, ainda que as evidências de subnotificações nos deixem em estado de alerta.


Mesmo com esse cenário, não estamos parados! As Assessorias Técnicas, dentre outras ações, já estão:


1. Acolhendo demandas individuais e coletivas, realizando reuniões com comissões por meio do Whatsapp, outras redes sociais, ligações telefônicas e outros;

2. Acompanhando e assessorando as instituições de justiça no andamento do processo;

3. Apresentando judicialmente os danos sofridos pela população, para informar sobre o que está acontecendo nas comunidades;

4. Buscando conhecer todas as pesquisas que serão feitas para medir os danos e as contaminações sofridas pela população, o que será fundamental para fazer a reparação integral das pessoas e comunidades atingidas.


Além disso, estamos acompanhando atentamente a evolução da pandemia em cada uma das regiões assessoradas. Portanto a nossa ida a campo se dará quando for seguro a todos e todas. Quando isso acontecer, será feito de forma gradual e obedecendo aos protocolos de segurança, para que não haja disseminação da doença.


As entidades eleitas como Assessorias Técnicas Independentes de suas respectivas regiões reforçam a total disponibilidade para escutar, esclarecer e informar a todos e todas que desejem entrar em contato.


Cuide de você, que estamos cuidando dos interesses das comunidades e pessoas atingidas no processo, com total comprometimento.


AEDAS

31 9 8382-5151 (Whatsapp)

aedasmg.org


NACAB

38 9 9894-8706 (Whatsapp)

nacab.org.br


INSTITUTO GUAICUY

31 9 7183-7960 (Whatsapp)

guaicuy.org.br







AEDAS - Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social

© 2017 -  Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social

Rua Frei Caneca, 139, Bonfim - Belo Horizonte / MG - CEP: 31.210-530