Cursos gratuitos de capacitação são ofertados para atingidos e atingidas


Desde que pandemia começou, as pessoas foram obrigadas a lidar com a comunicação mais remota e menos presencial, lidando com aparelhos de comunicação e informação digital. Mas a dificuldade com esses aparelhos é muito comum, por isso, a Associação dos Familiares de Vítimas e Atingidos pelo Rompimento da Barragem Mina Córrego do Feijão (Avabrum) está ofertando gratuitamente cursos de Capacitação em Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação e Ensino-aprendizagem de línguas estrangeiras – Inglês e Espanhol.


Além disso, os cursos são são uma oportunidade para alavancar o currículo e para abrir novas oportunidades de trabalho e carreira. A iniciativa é uma parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).


Este projeto faz parte do incentivo à geração de trabalho, renda e emprego na região do município de Brumadinho e demais municípios da Bacia do Rio Paraopeba, atingidos pelos impactos da tragédia. Nessa proposta, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), por meio da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) e em parceria com a AVABRUM, buscará dar alguns passos com a perspectiva de fomentar a inclusão social dos moradores da região, via qualificação e capacitação dessa população em dois eixos.


Inscrições


As inscrições para o curso de Tecnologias já estão abertas e seguem até 29/11/2022, disponíveis no link.


O Curso


Serão realizadas seis ofertas de capacitação, com 200 vagas cada, totalizando 1200

cursistas. A capacitação terá duração de 60 horas, distribuídas em 12 semanas, ou seja, duas semanas para cada unidade.


Para o curso de Ensino-aprendizagem de línguas estrangeiras o período de inscrições será

entre os dias 01/12/2021 a 12/01/2022. Cada curso ofertado ao público jovem/adulto conta

com um total de 52 horas-aula, enquanto os cursos infantis são de 38 horas-aula. Os cursos são, neste projeto, ofertados na modalidade virtual síncrona, podendo incluir também atividades assíncronas, em razão da crise sanitária que nos impõe o isolamento social.


O recurso para esse projeto são oriundos da multa do MPT que a Vale foi obrigada a pagar pela tragédia-crime do Rompimento da Barragem na Mina de Córrego Feijão em Brumadinho, com a execução deste projeto, estamos honrando a vida das 272 vidas ceifadas nesta tragédia-crime.




909 visualizações
  • WhatsApp Aedas
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram