Nota de Pesar - Júlio César de Oliveira Cordeiro

Atualizado: 22 de Dez de 2020



A Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social (Aedas), assessoria técnica independente que atua auxiliando as pessoas atingidas pelo desastre da Vale, ocorrido em 25 de janeiro de 2019, nas cidades de Brumadinho, Betim, Igarapé, Mário Campos, Juatuba e São Joaquim de Bicas; vem a público lamentar o falecimento de Júlio César de Oliveira Cordeiro, trabalhador da Vale Verde, empresa terceirizada da Vale, na última sexta feira, 18 de dezembro.


O trabalhador estava em uma escavadeira, quando foi atingido por um deslizamento de terra de talude (terreno inclinado) da cava paralisada. A Aedas presta solidariedade à família por este momento difícil, e reitera sua posição de que é inadmissível que desastres como esse continuem acontecendo, em especial em uma área na qual já ocorreram 272 mortes, sendo que 11 pessoas ainda não foram encontradas.


Continuamos apoiando as famílias na busca pela reparação integral, cobrando justiça e denunciando para que desastres dessa dimensão não voltem a acontecer, e que não façam nenhuma vítima a mais.


Minas Gerais, 21 de dezembro de 2020.

131 visualizações
  • WhatsApp Aedas
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram