Nota de pesar - Dona Tina



É com imenso pesar e com o coração em extrema dor que comunicamos que a Páscoa de Dona Tina chegou.


Vicentina das Mercês dos Santos Cruz era matriarca do Quilombo de Rodrigues, integrante da Guarda de São Benedito e Nossa Senhora do Rosário, esposa, mãe, filha, vó, amiga. Sempre vestida de uma alegria que irradiava por onde passava, Dona Tina nos mostrou, com sua jornada na Terra o quanto a empatia, o amor e fé podem criar laços de fraternidade eternos. Seu exemplo de vida ficará para sempre guardado em nossa memória e em nosso coração.


Como promete Jesus Cristo, do qual Dona Tina era extremamente devota, “quando você atravessar as águas, eu estarei com você; quando você atravessar os rios, eles não o encobrirão. Quando você andar através do fogo, não se queimará; as chamas não o deixarão em brasas.”


Que o exemplo de amor, comunidade, fraternidade e cuidado de Dona Tina seja semente para todos nós durante nossa caminhada terrena.

A Aedas e o GT Quilombos prestam sua solidariedade aos familiares e amigos de Dona Tina com nossos sinceros sentimentos de pesar.

Cientes da promessa de amor e vida de Jesus, celebramos a vida e o legado de Dona Tina, agora nossa ancestral, na certeza de que ela se encontra neste momento ao lado do Criador, recebida no altar do Senhor, ao som dos tambores e da música que ela tanto amava.

Dona Tina sempre presente!

Disse Jesus: "Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá!
João 11:25

Dona Tina era matriarca do Quilombo de Rodrigues, integrante da Guarda de São Benedito e Nossa Senhora do Rosário (Vídeo: arquivo da família)

97 visualizações
  • WhatsApp Aedas
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram