Os danos à saúde e ao ambiente da população de Barra Longa continuam

Após o rompimento da barragem da Samarco/Vale/BHP, o território de Barra Longa foi invadido por milhões de toneladas de rejeitos de mineração. O cenário que ficou foi de destruição e as pessoas passaram a conviver com rejeitos potencialmente tóxicos, em um ritmo de vida completamente diferente do que estavam acostumados. Desde então, a comunidade vem enfrentando muitos problemas de saúde.


Os diversos estudos sobre a saúde e meio ambiente realizados em Barra Longa desde o rompimento, trouxeram evidências da realidade, dos potenciais danos caudados à população e o risco urgente à saúde pública no contexto pós desastre.


A luta dos atingidos pelo direito à saúde e a um ambiente saudável em Barra Longa tem sido persistente para a garantia dos DIREITOS HUMANOS e DIREITOS DOS ATINGIDOS POR BARRAGENS!


Veja abaixo o levantamento completo das devolutivas saúde e ambiente!

O DIREITO À SAÚDE E AO AMBIENTE SAUDÁVEL
.pdf
Download PDF • 6.65MB


41 visualizações
  • WhatsApp Aedas
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram