Saiba como verificar se uma informação é oficial da Aedas

Uma das principais competências da Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social (Aedas) é promover a participação informada das pessoas atingidas.


A Aedas foi escolhida pelas atingidas e pelos atingidos para assessorar as populações de seis municípios, que sofreram os danos do rompimento da barragem de Brumadinho (MG), que ocorreu em janeiro de 2019. São eles: Brumadinho (região 1), Betim, Juatuba, São Joaquim de Bicas, Mário Campos e Igarapé (região 2).


Trata-se de uma troca contínua entre Assessoria Técnica Independente (ATI) e as atingidas e os atingidos: a Aedas tanto informa, quanto é informada pelas pessoas assessoradas. Nesse fluxo, surgem diversas dúvidas e é normal que seja assim. O processo de reparação integral, pelo qual estamos trabalhando coletivamente, é longo e cheio de detalhes.

Algumas dúvidas se repetem e é por isso que a Aedas juntou-as em um único lugar, onde também é possível acessar as respostas. Clique aqui e veja o nosso Perguntas e Respostas.


No entanto, além das postagens que você encontra no nosso site, várias informações circulam pelas redes sociais e é importante que você saiba como conferir se o conteúdo é verdadeiro e se foi compartilhado oficialmente pela Aedas.

Listamos aqui quatro dicas que podem ajudar a saber se a informação é oficial: 1) Quando fazemos imagens, aqueles cards que vão junto com as mensagens no WhatsApp, por exemplo, há sempre a logo da Aedas. Se não tiver, desconfie;


2) Confira se a informação está disponível no site aedasmg.org/paraopeba. Esse é um canal prioritário de distribuição dos conteúdos da Aedas. Tudo que é importante que as pessoas atingidas saibam está disponível no site;


3) Entre em contato com a Comissão de Atingidas e Atingidos da sua comunidade. Muitas vezes, elas e eles poderão te auxiliar na verificação da confiabilidade da mensagem;


4) Entre em contato com a Aedas. Nós temos diversos canais de comunicação com as pessoas atingidas.


Whatsapp: (31) 9 8382-5151

E-mails: atingidosparaopeba1@aedasmg.org (Região 1)

atingidosparaopeba2@aedasmg.org (Região 2)

Site: aedasmg.org/paraopeba


A desinformação e a distribuição massiva de mensagens falsas, as chamadas fakes news, são um grave problema enfrentado no Brasil e no mundo. As redes sociais e aplicativos de mensagem tornaram a troca de informações mais rápida e, muitas vezes, mais fácil, mas também tornou mais fluido o fluxo de conteúdos mentirosos. Do mesmo modo que uma mensagem verdadeira pode ser rapidamente espalhada, o mesmo vale para uma mentira.

Informações falsas podem atrapalhar a organização das pessoas atingidas em busca dos seus direitos. Portanto, sempre faça a checagem da veracidade antes de compartilhar uma informação e conte conosco para responder as suas dúvidas.






AEDAS - Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social

© 2017 -  Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social

Rua Frei Caneca, 139, Bonfim - Belo Horizonte / MG - CEP: 31.210-530